segunda-feira, 19 de julho de 2010

se permitir


Tem dia que a gente acorda pensando na vida, refletindo até onde vale a pena trabalhar muito e ficar sem tempo pra família, filhos, namorado, sem tempo pra Deus, pra rever amigos, pra malhar, enfim pra coisas realmente importantes.
A gente deixa de enxergar o simples fato de levantar todos os dias com saúde e ver um super céu azul, de sentir cheiro de flor, ouvir passarinhos cantando, de poder sentir vento no rosto, de ter pertinho comidas fantásticas, de fazer e ver arte.
E você pode pensar que isso não é possível em cidades grandes, mas é possível sim, só depende da nossa sensibilidade, de se permitir esses momentos que são fundamentais pra saúde mental, física e principalmente pra  alma! É uma opção de vida...
Isso não é uma crise existencial, mas um alerta pra todos que estão sem tempo e que sente estresse todos os dias. É um recado pra ver que podemos equilibrar as coisas e é o que tenho tentado sempre na minha vida.
Voltei um pouco no tempo e vi que sempre trabalhei muito, adooooro trabalhar, mas nunca deixei de ir às competições do meu filho, nas apresentações de dança da minha filha, quadrilha de escola, ir ao cinema nas férias, de participar dos almoços de família....que bom, porque o tempo voa. Mas tento me policiar o tempo inteiro pra não deixar o trabalho me engolir..rsrsrs.
Fazer tudo com calma, com amor, melhor do que ir pelo caminho da dor...

Um comentário:

  1. É... Muitas vezes a gente se joga no trabalho e a vida passa...

    ResponderExcluir